Inglês 9ºano - Plano BNCC EF09LI01, EF09LI07 - Textos jornalísticos (argumentação)

What is the point? Make your point!

Duração: 2 aulas

Relevância para a aprendizagem:
Os recursos de argumentação são elementos essenciais no desenvolvimento de estratégias de convencimento, por meio das quais exercemos nossa competência argumentativa. Por esse motivo, o objetivo desta sequência didática é levar o estudante a perceber a construção da argumentação em textos por meio de leitura e de análise dos gêneros editorial e carta do leitor, ajudando-o também a elaborar seu próprio posicionamento crítico e ético sobre determinado assunto.

Objetivos de aprendizagem:

  • Identificar o uso de argumentações em textos, preparando-se para um processo de análise e reflexão com o objetivo de expressar posicionamento crítico.
  • Refletir sobre a importância de ter uma postura ética ao expressar opiniões em textos na internet.

Objetos de conhecimento e habilidades (BNCC)

Funções e usos da língua inglesa: persuasão
(EF09LI01)
Fazer uso da língua inglesa para expor pontos de vista, argumentos e contra-argumentos, considerando o contexto e os recursos linguísticos voltados para a eficácia da comunicação.

Recursos de argumentação
(EF09LI07)
Identificar argumentos principais e as evidências/exemplos que os sustentam.

Desenvolvimento

Aula 1 – Leitura jornalística
Duração:
cerca de 45 minutos
Local: sala de aula ou sala de informática
Organização dos estudantes: em semicírculo e depois em grupos de cinco estudantes
Recursos e/ou material necessário: computador com acesso à internet, projetor, cópias do roteiro, dicionários bilíngues, lápis/caneta, borracha.

Sugestões de textos:

Texto 1 – On environmental issues, Berkeley needs to make sustainable promises.
Disponível em:
<http://www.dailycal.org/2018/06/21/on-environmental-issues-berkeley-needs-to-make-sustainable-promises/>. 

Texto 2 – Personal responsibility is an essential part of effective environmental change.
Disponível em:
<http://www.dailycal.org/2018/07/19/personal-responsibility-essential-part-effective-environmental-change/>.

Atividade 1 (20 minutos)
Comece a aula perguntando aos estudantes se eles costumam ler ou já leram textos jornalísticos na internet e se conhecem seções desses sites, como “Deixe seu comentário”, destinada à exposição de opiniões dos leitores sobre o assunto apresentado. Em seguida, retome os conceitos de textos jornalísticos, fazendo a relação entre os gêneros editorial e carta do leitor e chame a atenção dos estudantes para a necessidade de apresentar argumentos ao embasar qualquer opinião.

Prossiga perguntando se já fizeram comentários sobre algum assunto em textos publicados em sites e peça exemplos. Com base nas respostas, evidencie os argumentos que foram utilizados e como a opinião foi exposta, levando-os a perceber que já utilizam recursos argumentativos naturalmente.

Depois, retome o que os estudantes lembraram sobre o gênero carta do leitor, explicando que ele tem uma função muito parecida com a seção de comentários, mas de maneira mais formal.

Esse tipo de texto é utilizado para que os leitores deem suas opiniões, sugestões ou críticas sobre alguma matéria ou notícia veiculada pelo jornal ou revista, impressos ou on-line.

Em seguida, fale sobre o gênero editorial, que expressa a opinião do veículo de comunicação (jornal ou revista, por exemplo) sobre determinado assunto, geralmente polêmico. Normalmente, a linguagem é clara e objetiva, com argumentos que sustentam a opinião apresentada. 

Para que a explicação fique mais clara, projete ou disponibilize os textos 1 e 2 sugeridos – ou outros de sua preferência que apresentem as mesmas características. Junto com a turma, analise primeiramente um trecho do editorial (texto 1). Caso trabalhe com o texto sugerido, pode-se direcionar a leitura para o quarto parágrafo, levando-os a perceber o argumento apresentado para embasar a afirmação de que o ano-alvo de 2030 e algumas das outras iniciativas descritas no plano de sustentabilidade da cidade de Berkeley são muito semelhantes ao compromisso assumido em 2017 pelas 12 principais cidades para reduzir as emissões de combustíveis fósseis. O argumento de sustentação é que, embora seja importante avançar em direção a uma cidade ecologicamente correta, é crucial que a prefeitura de Berkeley o faça por meio de objetivos viáveis e não apenas seguindo uma tendência de consciência ecológica.

Em relação à carta do leitor (texto 2 sugerido), comente que está relacionada ao mesmo assunto: trata-se da opinião de um leitor sobre o editorial que acabaram de ler. Mostre que, na terceira linha do primeiro parágrafo, por exemplo, o leitor concorda que, de fato, o ano de 2030 está muito longe para alcançar o objetivo necessário de eliminar o uso de combustível fóssil em Berkeley. 

Porém, na opinião do leitor (no início do segundo parágrafo, por exemplo), o editorial falha totalmente ao não explicar a responsabilidade pessoal pelos problemas ambientais nem discutir o consumo excessivo dos indivíduos, que, somados à superpopulação, podem ser considerados a raiz de diversos problemas ambientais.

O importante é evidenciar que, em ambos os casos, são expostas opiniões sobre determinado assunto utilizando argumentações coerentes e lógicas. Os exemplos irão ajudar os estudantes a compreender como identificar os principais argumentos quando forem realizar a atividade de leitura.

Atividade 2 (25 minutos)
Peça aos estudantes que deem continuidade à leitura do editorial e da carta do leitor. Para isso, solicite que formem grupos de cinco integrantes. Depois disso, organize-os em dois grandes grupos: um irá trabalhar com o texto do editorial, e o outro, com o texto da carta do leitor. Projete ou disponibilize os textos aos estudantes para que todos possam acompanhar o trabalho.

Enfatize que, embora pertençam a gêneros textuais diferentes, os dois textos tratam do mesmo assunto. A tarefa dos estudantes será, primeiramente, analisar de que modo cada autor construiu a argumentação para defender sua posição ou ponto de vista. Depois, o grupo deverá opinar sobre o tema, expondo a própria argumentação.

Entregue a cada grupo uma cópia do roteiro (veja o modelo a seguir) para ajudá-los na organização das informações dos textos. Explique que, na parte final do roteiro, deverão anotar suas opiniões e as conclusões a que chegaram – indicando exemplos e argumentos que sustentem seu ponto de vista –, que serão compartilhadas com a turma na próxima aula. Lembre-os de colocar o nome dos componentes do grupo.

Comente que há vários tipos de argumentos, utilizados pelo autor dependendo de sua intencionalidade e do gênero utilizado. Pode haver, por exemplo, recurso de autoridade (opinião/testemunho de entrevistados, etc.), de consenso (ideias ou valores tidos como verdadeiros, de senso comum), de provas concretas (dados de pesquisas, etc.), entre outros. O objetivo neste momento é que os estudantes percebam quais são os argumentos e as evidências que os sustentam nos textos (e não a classificação deles).

Chame a atenção dos estudantes para a postura ética tanto de quem escreveu o editorial quanto de quem escreveu a carta do leitor, ressaltando que é importante utilizar estratégias de persuasão para apresentar nossa opinião – seja ela favorável ou não ao que o outro está dizendo – sem agressões ou discussões não construtivas. Devemos respeitar a todos, mesmo que não concordemos com suas ideias.

Durante a atividade, circule pela sala servindo de mediador, ajudando os grupos com a leitura crítica dos textos e a identificação dos argumentos. Estimule-os a fazer a discussão em inglês, porém, caso apresentem dificuldade ou resistência, abra a possibilidade de utilizar mais o português.

Por fim, peça a todos que guardem suas produções e explique que, na próxima aula, terão a oportunidade de expor suas conclusões e ouvir as ideias dos outros grupos.

Se julgar conveniente, essa atividade pode ser realizada na sala de informática, de modo que os estudantes leiam os textos sugeridos diretamente no site ou até utilizem outros previamente selecionados. Para isso, reserve com antecedência a sala de informática e certifique-se de que os computadores estejam com acesso à internet.

Aula 2 – Comparando textos e opiniões
Duração: cerca de 45 minutos
Local: sala de aula ou sala de informática
Organização dos estudantes: em grupos de cinco estudantes
Recursos e/ou material necessário: computador com acesso à internet, projetor, roteiros finalizados na aula anterior, lápis/caneta, borracha

Sugestões de textos:
Texto 1 – On environmental issues, Berkeley needs to make sustainable promises. 
Disponível em:

Texto 2 – Personal responsibility is an essential part of effective environmental change. 
Disponível em:

Atividade 1 (30 minutos)
Peça aos estudantes que se reúnam nos mesmos grupos da aula anterior. Em seguida, solicite que troquem entre si os roteiros preenchidos com a opinião do grupo. Agora, eles farão uma inversão: aqueles que leram o editorial deverão trabalhar com a carta do leitor, e vice-versa. Caso a  atividade seja feita na sala de informática, peça aos grupos que alternem o acesso aos textos de cada site.

Informe que devem seguir o mesmo procedimento de leitura e análise da aula anterior, porém com mais um desafio: além de analisar outro texto da internet, eles também trabalharão com os comentários feitos por outro grupo. Para isso, distribua novos roteiros para que os grupos preencham com base nas novas discussões. Explique aos estudantes que, após a análise e a identificação das argumentações do texto-base, cada grupo deverá ler os comentários feitos pelos outros grupos, também de forma crítica, verificando em que pontos concordam ou não com os colegas e dizendo por quê, criando assim contra-argumentos.

Lembre-os de que esse trabalho deve ser feito de forma respeitosa, pois todos têm o direito de expressar sua opinião. Caso não concordem com algo, devem defender seu ponto de vista também com base em argumentos e evidências.

Atividade 2 (15 minutos)
Proponha aos grupos, agora, uma discussão sobre os textos analisados. Solicite a alguns voluntários que deem exemplos de como os argumentos foram construídos pelos autores dos textos da internet e de como eles, estudantes, concordaram ou apresentaram contra-argumentos. Ouça-os com atenção e conduza a discussão ressaltando o respeito às opiniões contrárias.

Após essa experiência, leve os estudantes a refletir sobre a importância de ter um posicionamento crítico após a leitura de textos, impressos ou on-line, a fim de ajudá-los a se posicionar diante de determinados temas. Ressalte que é importante manter uma postura crítica também sobre outras questões que possam surgir em situações cotidianas. 

Aferição dos objetivos de aprendizagem
A avaliação do processo de aprendizagem – que deve considerar o desenvolvimento individual dos estudantes – pode ser feita ao longo das aulas, por meio do acompanhamento das atividades propostas (incluindo as discussões em grupo) e da verificação das tarefas apresentadas. 

Em linhas gerais, espera-se que os estudantes compreendam e identifiquem como os argumentos são utilizados nos textos para sustentar a opinião apresentada, o que os ajudará no processo de escrita quando precisarem expressar posicionamento crítico. Além disso, eles devem entender a relevância de ter uma postura ética e respeitosa ao utilizar meios de interação on-line, como as seções de “carta do leitor” ou “deixe seu comentário”.

Se achar oportuno, proponha aos estudantes que façam uma autoavaliação de seu desempenho ao longo das duas aulas que compõem esta sequência didática. Para isso, pode-se Reproduzir a tabela a seguir na lousa, para que eles copiem as perguntas e respondam a elas no caderno, ou então fazer cópias para serem distribuídas à turma. 


Questões para auxiliar na aferição
As questões a seguir podem ser utilizadas na aferição do desenvolvimento dos estudantes em relação aos objetivos de aprendizagem aqui explorados.

Read the text below to answer the following questions.
SHOULD CHILDREN be allowed to play tackle football? With scientific studies showing a link between the sport and traumatic brain injuries […] Parents and schools are right to reassess […] tackle football for children whose young brains are still developing.

Available at: 

1. According to the text, parents and schools are worried about children playing tackle football. What is the editorial opinion about this concern?

2. What is your opinion about it? Use an argument to support your point of view.

Gabarito das questões
1. Espera-se que os estudantes percebam a argumentação do editorial, que defende o seguinte ponto de vista: devido aos estudos científicos que mostram a ligação entre o futebol americano e lesões cerebrais traumáticas, os pais estão corretos em se perguntar sobre a necessidade de crianças, cujos cérebros ainda estão em desenvolvimento, praticarem um esporte violento.

2. Resposta pessoal. O estudante deve expor sua opinião, sustentando-a com ao menos um argumento, como: I think kids should be allowed to play tackle football, since they use protective gear.

Nenhum comentário:

Postar um comentário